PPR(Programa de proteção respiratória)

Bem-estar das crianças: 7 passos para evitar preocupação

Com o crescimento dos pequenos vem também a  preocupação com o bem-estar das crianças.

E, atualmente, há  muita informação sobre como você deve cuidar do seu bebê… O que você precisa saber para ele ter um crescimento saudável, o que ele precisa comer, o que não pode comer…

Mas a gente não pode se esquecer que na fase infantil também é importante manter o cuidado com o bem-estar das crianças.

Eu não sei você, mas na minha infância tive contato com várias brincadeiras de rua e informações adequadas para a minha idade. 

No entanto, hoje em dia a maior a preocupação com as crianças é o tempo que elas passam em frente de uma tela de computador, notebook, tablet  ou celular.

E, com isso, vem a preocupação com as notas da escola, desenvolvimento de algumas habilidades, entre outros.

Pode parecer um desafio cuidar do bem-estar das crianças nos dias atuais, mas vou te mostrar 7 passos simples que você pode começar a praticar hoje mesmo. 

Só que é importante frisar que apesar de ser simples, você precisa colocar em prática, afinal apenas a leitura desse artigo não vai diminuir a sua preocupação com as crianças. 

1. Separe um tempo para a criança brincar longe das telas

Sei que às vezes parece mais fácil entregar um eletrônico para criança ficar quieta. Contudo, esses aparelhos fazem com que as crianças tenham uma participação passiva.

Ou seja, geralmente, elas não precisam de muito esforço para realizar alguma atividade. As crianças ficam apenas absorvendo informações e sem desenvolver nenhuma habilidade.

Por isso, para um bem-estar das crianças é importante separar um momento para brincar com aquele carrinho, com uma boneca, com quebra-cabeça… O importante é ela sair daí da frente da tela dos eletrônicos.

Mas… Por que brincar é tão importante.

Isso porque ao brincar a criança desenvolve importantes habilidades como, por exemplo, criatividade e imaginação.

2. Reserve um dia para ter contato com a natureza para o bem-estar das crianças

Sei que é mais complicado sair todos os dias com uma criança, mas é importante que ela tenha contato com a natureza

Pesquisas revelam que quanto mais tempo na natureza, maior a sensibilidade e a interatividade da criança. 

Além disso, você a ensina a criar um hábito saudável, evitando também a obesidade infantil.

Não precisa ir muito longe, você pode dar uma volta pelo bairro, levar a criança no parquinho mais próximo, andar de patins, patinete, bicicleta ou skate. 

Ou até mesmo ensinar brincadeiras antigas como pique-cola, pique-pega, pique-bandeirinha, entre outras.  

Para melhorar o bem-estar das crianças, também é recomendado visitar o Parque Ecológico da sua idade, visitar o zoológico, fazer um piquenique, fazer uma trilha, ir ver a cachoeira.

É legal também você conversar com ela e perguntar o que ela gostaria de fazer, assim vocês podem desenvolver uma atividade mais prazerosa.

3. Deixe a criança livre para fazer o que quiser

Deixe a criança livre para fazer o que quiser

Outro ponto que devemos ressaltar é que as crianças precisam de um tempo livre para fazer o que quiser.

Às vezes a gente coloca uma atividade atrás da outra… É estudar, balé, aula de línguas…

Mas também é importante entender que a criança precisa de um tempo só para ela. 

Não estou dizendo para ela ficar sem supervisão, mas sim para ela ficar a vontade para soltar a fantasia e desenvolver a  criatividade e concentração.

Sendo assim, ao invés de encher a agenda da criança com muitas atividades, separe um momento para ela descansar a mente.

4. Selecione um tempo para as artes para o bem-estar das crianças

Eu falei para você sobre a importância de brincar e ir ao ar livre, mas para o bem-estar das crianças também é importante focar nas artes. 

Isso quer dizer que você pode abusar da tinta guache, da massinha, lápis de cor e tudo que possa envolver cores e habilidade manual. 

É na arte que a criança encontra uma forma de expressar o seu mundo interior, além de também ser um ótimo momento para desenvolver a imaginação e criatividade.

Sendo assim, use esse momento para curtir junto com a criança. Você pode ver no Youtube dicas para customizar uma blusa antiga, um brinquedo…

Uma vez fiz com a minha irmã de 8 anos um estojo de lápis com uma calça jeans velha. Ela viu o vídeo na internet e juntas fomos em uma loja comprar uma cola de tecido, zíper e alguns botons para enfeitar. 

Foi super fácil de fazer e ela adorou.

5. Atenta-se a alimentação saudável

Já ouviu aquela  historia de que a criança come aquilo que você come?

Pois é. Não adianta você querer obrigá-lo para ser saudável e você continuar comendo besteiras, a alimentação saudável tem que ser para família toda.

Para a criança entender que é importante comer alimentos saudáveis como frutas e verduras você não pode obrigá-la a comer.

Isso porque sendo obrigada a comer algo que ela não gosta, a criança vai associar que esses alimentos são ruins.

Sendo assim, apresente alimentos mais saudáveis de maneira mais leve e criativa. Você pode tentar enfeitar os alimentos, misturar com outros…

A longo prazo o seu exemplo vai fazer muito mais diferença do que a imposição do que a criança deve ou não comer.

 É claro que ela vai querer provar guloseimas e alimentos gordurosos e tudo pode ser consumido sem exageros. Com uma alimentação balanceada a criança vai crescer mais saudável. 

6. Fique atento às vacinas e as consultas para o bem-estar das crianças

Fique atento às vacinas e as consultas

A vacinação é de extrema importante para o desenvolvimento do sistema imunológico da criança, por isso desde o nascimento ela recebe uma bateria de informação.

Isso porque ela está em constante processo de formação de anticorpos das vacinas para combater vírus e bactérias. 

Sendo assim, lembre-se de sempre ter o Cartão de Vacinação em mãos e leve a criança para fazer consulta regularmente. 

7. Priorize a noite de sono

Muitas vezes pensamos que a criança tem que dormir a mesma quantidade que a gente. No entanto, aqui no blog já te mostrei que a quantidade ideal de sono varia de idade para idade.

Por isso, preze pela qualidade do sono do seu filho para que ele não desenvolva dor de cabeça ou problema de atenção na escola.

Sem contar que uma noite mal dormida pode atrapalhar os hormônios do crescimento e com isso as funções biológicas podem ficar desequilibradas.

Deste modo, na hora de dormir deixe a criança longe de aparelhos eletrônicos, lugares com muito barulho e muita luz. Proporcione um lugar tranquilo, confortável e organizado. 

Conclusão

Hoje te mostrei 7 passos simples que você pode fazer e parar de se preocupar com o bem-estar das suas crianças.

Te falei sobre separar um tempo para brincar, sobre deixar a criança mais livre… E também falei sobre alimentação e a importância de uma boa noite de sono.

Mas, como eu disse no início deste artigo, somente a leitura desse conteúdo não vai diminuir as suas preocupações, você precisa começar a colocar em prática.

Sendo assim, deixa nos comentários quais atividades que você vai fazer essa semana com o seu filho ou filha. Estou curiosa para saber! 

 

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *