O que é saúde bucal

O que é saúde bucal?

Saber o que é saúde bucal é essencial para se manter saudável. Isso porque, segundo a Organização Mundial de Saúde, a saúde bucal é um indicador-chave da saúde geral, bem-estar e qualidade de vida. 

O que quero te dizer é que muitas vezes negligenciamos a saúde da nossa boca porque não sabemos (ou esquecemos) que ela abrange uma série de doenças que variam de cárie dentária até câncer de boca. 

Cerca de 3,5 bilhões de pessoas em todo mundo sofre de alguma doença bucal, elas podem surgir em qualquer pessoa e em qualquer idade. Muitas vezes elas podem afetar a produtividade da pessoa na escola, no ambiente de trabalho e causar problemas sociais e pessoais. 

Quem já sentiu uma dor de dente ou já teve mau hálito sabe que estou falando. Esses dois fatores devem ser analisados por um profissional qualificado antes mesmo de se tornar algo mais grave. 

Por isso, nesse artigo vou te mostrar quais são as doenças, quais os tratamentos e o que você pode fazer para cuidar da sua saúde bucal e da sua família

Quais são as doenças bucais?

O recomendado é ir ao dentista, pelo menos, duas vezes no ano. Assim você consegue detectar qualquer problema antes que apareça algum sintoma mais grave. 

Geralmente, os principais sintomas que levam uma pessoa a procurar um dentista são feridas ou áreas sensíveis da boca que não cicatrizam após uma semana, ou duas, sangramento ou gengivas inchadas após escovação, ou uso do fio dental, mau hálito crônico, sensibilidade repentina a temperatura ou bebidas quentes e frias, dor ou dentes soltos (rachados ou quebrados), inchaço da face e bochecha, entre outros.

Além disso, se com algum desses sintomas também houver febre alta e inchaço facial ou no pescoço, deve-se procurar um médico de emergência. 

Essas condições acontecem porque a nossa cavidade oral coleta várias bactérias, vírus e fungos. Claro que alguns deles pertencem ao nosso próprio organismo e em pequenas quantidades são inofensivos. 

Mas agora vou te mostrar quais são as principais doenças bucais ocasionadas por eles. 

Cáries dentárias

O consumo alto de açúcar cria condições para que as bactérias produtoras de ácido floresçam em maior quantidade. Daí esse ácido dissolve o esmalte dos dentes e causa cáries dentárias.

Gengivite e periodontite

Já as bactérias próximas à gengiva quando prosperam demais criam uma matriz pegajosa chamada placa. Ela se acumula, endurece e migra pelo comprimento do dente. Dessa forma, se ela não for removida regularmente por escovação e uso do fio dental, pode inflamar as gengivas e causar gengivite.

Os casos mais avançados, periodontite, acontece porque o aumento da inflamação fez com que as gengivas afastassem os dentes. Esse processo cria bolsos nos quais o pus pode se acumular. 

Os fatores que contribuem para a gengivite e a periodontite, geralmente, são fumar, maus hábitos de escovação, lanches frequentes de alimentos e bebidas açucarados, diabetes, história familiar ou genética, HIV ou AIDS, alterações hormonais nas mulheres, refluxo ácido ou azia, entre outros. 

Câncer bucal

O câncer bucal pode ocorrer nos lábios, outras partes da boca e orofaringe. Ele é mais comum em homens e em idosos, isso porque o uso de tabaco e álcool estão entre as principais causas de câncer de boca. 

Noma

Noma é uma doença grave que atinge a boca e o rosto. Ela afeta, principalmente, crianças entre 2 e 6 anos que sofrem de desnutrição ou que tenha um sistema imunológico debilitado.

Essa doença começa como uma lesão de tecido mole (uma ferida) nas gengivas, dentro da boca, evolui para uma gengivite necrosante aguda e depois progride rapidamente, destruindo os tecidos moles.

Sem tratamento, o noma é fatal em 90% dos casos. Já aqueles que sobrevivem sofrem de grave desfiguração facial, têm dificuldade em falar e comer.

Quando detectado no seu estágio inicial, o noma pode ser rapidamente interrompido, através de higiene básica, antibióticos e nutrição melhorada.

Fenda labial e palatina

As fissuras labiais afetam mais os recém-nascidos. Ela é ocasionada por uma predisposição genética, má nutrição materna, consumo de tabaco, álcool e obesidade durante a gravidez.

Por outro lado, se forem tratadas por cirurgia, é possível uma reabilitação completa.

Doenças não transmissíveis 

O uso de tabaco, consumo de álcool e uma dieta não saudável e rica em açúcares livres são as principais condições de risco para doenças não transmissíveis como doenças cardiovasculares, câncer, doenças respiratórias crônicas e diabetes.

Como cuidar da saúde bucal?

Como cuidar da saúde bucal?

A incidência de doenças bucais podem ser reduzidas com atitudes preventivas simples como, por exemplo: 

  • Manter uma dieta equilibrada, pobre em açúcares livres e rica em frutas e vegetais;
  • Promover a água como bebida principal durante o dia a dia;
  • Interromper o uso de todas as formas de tabaco;
  • Reduzir o consumo de álcool;
  • Incentivar o uso de equipamentos de proteção ao praticar esportes e viajar de bicicleta e motocicleta (para reduzir o risco de lesões faciais);
  • Acompanhamento constante ao dentista;
  • Escovar os dentes com creme dental, pelo menos, 3 vezes ao dia;
  • Utilizar o fio dental, pelo menos, uma vez por dia.

Quais os tratamentos para os problemas de saúde bucal?

Mesmo seguindo os cuidados que te falei no tópico anterior, você ainda vai precisar passar por um dentista, nem que seja apenas duas vezes ao ano para uma visita de rotina. 

Isso porque assim você vai conseguir, se necessário, iniciar os tratamentos antes mesmo do agravamento das doenças, além de manter a sua saúde bucal em dia. 

Aqui listei para você as principais formas de tratamentos para os problemas de saúde bucal. Veja só:

Limpezas

Mesmo com o uso do fio dental e a escovação constante, você vai precisar fazer uma limpeza profissional. 

Isso porque assim você pode se livrar de qualquer placa que não foi removida pelos processos rotineiros. 

Essa limpeza profunda também ajuda a remover o tártaro que não pode ser alcançada durante uma limpeza de rotina (de cima e abaixo da linha da gengiva).

Após essa limpeza, o dentista pode aplicar também um tratamento com flúor. Ele  ajuda a combater as cáries, a fortalecer o esmalte do dente e torná-lo mais resistente a bactérias e ácidos.

Antibióticos

Se você mostrar sinais de uma infecção na gengiva ou se tiver um abscesso dentário, um dos tratamentos é a prescrição de antibióticos que ajudam a se livrar da infecção. 

Esses antibióticos podem ser um enxaguante bucal, gel, comprimido oral ou cápsula. 

Coroas e selantes

Esses procedimentos são realizados para reparar uma cavidade, rachadura ou furo no dente. 

Uma coroa é usada se uma grande parte do seu dente precisar ser removida ou se quebrar devido a uma lesão. Já os selantes dentários são revestimentos finos e protetores que são colocados nos dentes posteriores, ou molares, para ajudar a prevenir cáries. 

Canal radicular

Se a cárie atingir todo o caminho do dente até o nervo, será necessário realizar um canal radicular. 

Durante esse procedimento, o nervo é removido e substituído por um preenchimento feito de um material biocompatível.

Conclusão

Nesse artigo te expliquei o que é saúde bucal. Provavelmente, você conseguiu entender por que é tão importante cuidar da saúde da boca.

Te mostrei quais são as principais doenças que podem te atingir, como você pode cuidar da sua saúde bucal e quais são os principais tratamentos realizados pelos dentistas.

Se você tiver qualquer dúvida sobre esse assunto deixe um comentário! Faremos o possível para te responder!

 

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *