Principais Indicadores de desempenho de RH

Para uma empresa funcionar adequadamente, é preciso estabelecer um planejamento com estratégias que levem a bons resultados. De tal forma que, é necessário acompanhar diferentes indicadores de performance.

E após isso, é necessário analisar o que está dando certo ou não. 

Os indicadores de desempenho têm o propósito de descrever a situação atual da empresa e oferecer condições para uma análise completa.

Só que, como saber quais utilizar para o setor de recursos humanos? Bom, primeiro vamos ao seu conceito.

 

O que são indicadores de desempenho?

indicadores-de-desempenho-de-rh

 

São dados utilizados para medir os resultados de um processo empresarial.

Funcionam como um guia para a empresa e dão ao RH um direcionamento para condutas que meçam a efetividade dos colaboradores da empresa.

Essenciais se você pretende a melhor retenção de talentos.

 

Importância dos indicadores

Com a constante evolução tecnológica, as empresas precisam se esforçar mais para manterem um padrão elevado de qualidade.

Dessa forma, observar, experimentar e analisar esses indicadores pode ser considerado um grande diferencial competitivo.

Do mesmo modo, os indicadores são uma forma de gestores examinarem o ambiente de trabalho e planejarem ações futuras para melhorias no sistema.

Em síntese, eles comprovam a otimização dos processos, redução das despesas e o aumento da produtividade.

Além disso, auxiliam os profissionais de RH a tomarem decisões que direcionem a empresa para o melhor caminho, sendo então imprescindível para ver e entender os resultados obtidos.

Certo. Você entendeu o valor na prática. Agora você pode estar se perguntando, como faço para selecionar os principais indicadores?

Confira abaixo o primeiro passo.

 

O que fazer na hora de escolher os indicadores

Mesmo optando por aplicar esses indicadores, muitas empresas não conseguem o efeito esperado. 

Uma vez que, para ter sucesso, é fundamental haver um alinhamento correto, uma relação equilibrada entre os índices, não apenas por quantidade ou relevância, como também por uma alteração a novas métricas que podem melhorar os resultados internos. 

Por isso, é recomendável estudar os indicadores e conhecer cada um para saber qual faz mais sentido para sua empresa.

Antes de escolher, confira a seguir os índices mais utilizados.

 

Principais indicadores de Recursos Humanos

Taxa de absenteísmo:

 

Possibilita medir faltas e atrasos de funcionários, ou até as horas trabalhadas.

Se for alto, quer dizer que o trabalhador pode estar desinteressado, o que afeta diretamente em sua produtividade.

Ele pode ser medido após um período de tempo, sendo semanalmente ou mensalmente.

 

Taxa de aprendizado

É possível avaliar se os funcionários estão “pegando o ritmo” ou não da empresa.

É possível não somente verificar se eles estão cientes dos procedimentos internos, como também aprendendo o conteúdo que está sendo dado.

Uma forma de medir é realizando avaliações periódicas e comparando resultados.

 

Índice de rotatividade

Também conhecido como turnover, esse indicador mostra a quantidade de funcionários que entram e saem da empresa em um determinado período.

É importante verificar, pois mostra se há falhas no processo de recrutamento, nos programas de treinamento e nível de satisfação dos funcionários.

É possível medir através dos seguintes cálculos.

 

Turnover geral:

 

admissões + demissões =        x = y

                                              2    

 

                   y 

____________________ . 100 

nº total de funcionários

 

Ex:  4+2 =       3 = 0,06. 100 = 6%

         2            50

 

Se a porcentagem for maior que 5%, isso pode ser um problema, sendo necessário investigar questões como o processo de recrutamento e assim pôr em prática ações efetivas para reverter a situação.

 

Turnover de admissão:

 

TA = Desligamentos de profissionais com menos de 6 meses na empresa  .100

               Total de colaboradores

 

Ex: 10 = 0,2 . 100 = 20%

      50

 

Turnover de demissão:

 

TD = Total de desligamentos mensais . 100 

         Total de colaboradores

 

Ex:  4 = 0,08 . 100 = 8%

      50

 

Nível de Produtividade

Esse indicador avalia se o funcionário está trabalhando de maneira eficaz, o que envolve seu estado emocional, se ele está motivado. 

 

Por exemplo, alguns fatores a se analisar são se as tarefas estão sendo distribuídas corretamente, se há alguma dificuldade em adaptação e se as metas foram bem planejadas.

 

Ele também pode ser calculado, através da fórmula:

 

Produtividade (%) = Produtos ou serviços gerados

                                     Recursos utilizados 

 

Ex: Uma empresa produz 10 caixas por dia  e tem 5 funcionários. 

10 =  2 

 5

 

Logo, o nível de produtividade é de 2 caixas por funcionário.

 

Reclamações trabalhistas

O colaborador é vital para a estabilidade de uma empresa. Por isso esse é um tópico muito importante a se avaliar.

Esse indicador aponta as condições de trabalho, se estão boas ou ruins, e se os gestores estão mantendo a integridade de seus funcionários. 

É importante implementar uma cultura de feedback, a fim de realmente entender o que está acontecendo.

Uma vez que, uma empresa com diversas reclamações perde credibilidade, como resultado, causa prejuízo a todos.

Por isso é necessário a empresa ter uma responsabilidade social dentro do ambiente de trabalho.

 

ROI dos treinamentos

Do inglês, Return On Investment, que significa Retorno Sobre Investimento. Esse índice mostra se as ações de preparação e capacitação de pessoas estão trazendo benefícios.

O investimento em treinamento é importante cada vez que se realiza uma oficina, prova ou qualquer outro tipo de treinamento.

Ou seja, serve para avaliar se o que está sendo feito está dando certo ou não.

Não há um padrão para indicar se o ROI está bom ou ruim. Assim sendo, isso depende do funcionamento de cada setor/empresa.

Ele é calculado da seguinte forma:

 

ROI (%) = (Ganho obtido – Investimento Inicial)  . 100

                           Investimento Inicial

 

Satisfação dos funcionários

É importante verificar se a equipe está feliz no ambiente do trabalho, pois se estão, são funcionários produtivos.

Tanto quanto, é preciso prestar atenção se o funcionário está lidando com alguma situação ruim, como o estresse. Evitar o esgotamento é um dos objetivos a se cumprir, pois seu impacto na empresa é significante.

Portanto, há uma dificuldade, pois satisfação é algo intangível. Ou seja, não há uma fórmula exata para isso.

Porém, tem como implementar alguns métodos de avaliação. Como por exemplo, em forma de questionário.

O mesmo pode ser com questões objetivas, como uma escala de satisfação de níveis de 1 a 10, podendo variar em escala crescente ou decrescente.

 

Ex: “De 1 a 10 qual seria a chance de você recomendar a empresa a terceiros?” 

 

E complementando com questões discursivas. 

 

Ex: “Explique o motivo da nota”.

 

Ou, se quiser ser ainda mais direto, através do NPS (Net Promoter Score).  Sobretudo, é utilizado para medir o nível de satisfação de clientes, mas também pode ser usado para funcionários.

O método consiste em uma pergunta específica: “Em uma escala de 0 a 10, sendo 0 o menor e pior valor, o quanto recomendaria nossa empresa como local de trabalho para um amigo ou familiar?”

As notas definem o tipo de funcionário, que são avaliados como:

 

0 a 6: detratores da empresa = aqueles que têm uma visão negativa da empresa e não estão satisfeitos com o ambiente de trabalho.

7 ou 8: neutros = aqueles indiferentes em relação a empresa.

9 ou 10: promotores da empresa = aqueles que são leais e estão satisfeitos com o ambiente de trabalho.

 

E para isso, há uma conta específica, que consiste em:

 

% CLIENTES PROMOTORES – % CLIENTES DETRATORES = %NPS

 

Ex: Uma empresa de 90 funcionários, 22 deram notas 9 ou 10 e 5 deram notas 0 a 6. Substituindo, ficaria.

 

22 – 5 = 17% 

 

O resultado varia de -100 a 100, sendo o ideal a partir de 75%. 

 

Assim sendo, o exemplo acima é uma porcentagem abaixo do ideal.

Como aplicar os indicadores de desempenho

Os principais executivos da empresa devem se reunir para definir as prioridades a serem implementadas ou reajustadas.

 

O departamento de RH irá avaliar essas informações e determinará quais indicadores de desempenho trarão retorno relevante.

 

Conclusão

Você viu o que são, como funcionam e o que fazer para escolher os melhores avaliadores.

Para a gestão de pessoas, é sempre importante saber as melhores escolhas ao administrar um negócio e manter a mentalidade de aperfeiçoamento sempre.

Agora você está preparado para aplicar os indicadores de desempenho indispensáveis para uma empresa. 

 

Lembrou de mais algum? Deixe sua resposta nos comentários!

 

2 Respostas

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *