Seguro de vida resgatável: vantagens e desvantagem

Seguro de vida resgatável: vantagens e desvantagens

O seguro de vida resgatável ainda causa muitas dúvidas para as pessoas.  O nome pode parecer sugestivo, mas ele pode confundir se você não compreender exatamente o que ele significa. 

Além disso, como qualquer produto, esse tipo de seguro possui vantagens e desvantagens. 

É isso que vou te mostrar agora. O objetivo é você tirar suas próprias conclusões e decidir se essa é a melhor opção para você. 

Mas antes, você sabe…

O que é seguro de vida resgatável?

O seguro de vida resgatável é um tipo de seguro de vida em que você pode resgatar a indenização em caso de morte ou invalidez, ou recuperar um montante ainda em vida. 

Ou seja, trata-se de um produto que une o seguro de vida e uma reserva de sobrevivência.

Geralmente,  nesse caso o prêmio a ser resgatado tem valor fixo e não sofrem correção de preço ao longo dos anos em função da idade do segurado.

Isso quer dizer que as correções ocorrem somente por causa da inflação

Sendo assim, entende-se que esse tipo de seguro, além de pagar uma indenização em caso de morte ou invalidez, caso o segurado desista da apólice no meio do caminho, desde que respeitada a carência de 24 meses, poderá recuperar parte do dinheiro aplicado.

Como funciona o seguro de vida resgatável?

A carência para resgate nessa modalidade de seguro de vida é de 24 meses e o capital segurado é corrigido com juros acima da inflação.

No entanto, é preciso entender como funciona a formação desta reserva financeira resgatável.

Primeiro que não será a devolução dos prêmios pagos ou parte do capital segurado, e sim uma reserva financeira pré-estabelecida em contrato. 

Isso porque cada cliente possui um perfil diferente e, a partir da análise de risco, a seguradora ajuda a determinar qual o valor da indenização.

Outro ponto importante é que a proteção pode ser cancelada logo depois do resgate da indenização. 

Por isso, é essencial entender que cada seguradora tem suas próprias especificidades em relação às condições do seguro, por isso verifique com ela, antes de se decidir. 

Vantagens de ter um seguro de vida resgatável

Vantagens de ter um seguro de vida resgatável

Agora que você já entendeu o que é e como funciona um seguro de vida resgatável, separei primeiro as vantagens de contratar esse seguro e depois vou te mostrar quais são as desvantagens. 

Vamos lá?

Fusão entre proteção familiar e investimento

Isso significa que o seguro de vida resgatável, além de você pode resgatar a indenização em caso de morte, invalidez ou doença você também retirar o dinheiro para eventuais emergências. 

Ou seja, depois do prazo de carência, independente do motivo você pode resgatar a sua indenização.

Sendo assim, o segurado pode solicitar o resgate para suprir uma dificuldade de pagamento, para uma necessidade urgente de recursos, entre outros assuntos particulares. 

Sem contar que nessa modalidade também há a possibilidade de coberturas para despesas médicas, hospitalares, odontológicas e até mesmo seguro-viagem permanente.

Manutenção do equilíbrio dos valores mensais ao longo dos anos

No seguro de vida tradicional, o valor do prêmio pode ser alterado sempre que o segurado mudar de faixa etária. 

Já no seguro de vida resgatável esse ajuste não é necessário. Os únicos ajustes que podem ser realizados é segundo a inflação ou uma porcentagem anual pré-estabelecida em contrato. 

Isenção de imposto de renda e ITCMD

Assim como o seguro de vida tradicional, o resgatável não é considerado uma herança e, por isso, não é necessário o pagamento do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis (ITCMD).

Além disso, ele também é um dos produtos de proteção financeira que são isentos de Imposto de Renda.

Facilidade de pagamento do benefício a qualquer pessoa indicada pelo segurado

Essa é outra similaridade com o seguro de vida tradicional. O segurado pode adicionar a sua lista de beneficiários quem ele quiser. 

Ou seja,  ele pode adicionar pessoas que não são da família, assim como amigos e instituições. 

Quais são as desvantagens do seguro de vida resgatável?

Como te disse anteriormente, assim como qualquer produto, o seguro de vida resgatável também possui suas desvantagens. 

Por isso, preciso deixar claro para você quais são elas. Veja só:

Não é um investimento financeiro

O seguro de vida resgatável não é um investimento financeiro, mas sim investimento familiar. 

O que isso quer dizer?

Um investimento financeiro funciona com um rendimento em cima das aplicações mensais, já o seguro de vida resgatável possui um valor de indenização determinado e ajustado conforme a inflação. 

O cancelamento gera perdas

Como o seguro de vida resgatável é um contrato de longo prazo, o seguro deve manter o pagamento até quando for permitido o resgate da indenização. 

Ou seja, se dentro do prazo de carência você parar de pagar ou cancelar o seguro você vai perder o valor que já foi pago.

Além disso, há contratos que aplicam uma penalidade financeira caso aconteça o cancelamento antes do prazo estipulado. Essa multa podem variar 35% do valor total investido.

Perda de proteção

Com o cancelamento ou resgate antecipado, geralmente, a proteção no caso de sinistro é perdida também. 

Conclusão

Nesse artigo eu te expliquei o que é seguro de vida resgatável e como ele funciona. 

Além disso, te mostrei as vantagens e desvantagens de ter esse produto. Como, por exemplo, a isenção de impostos e a perda de proteção.

Agora é com você…

Se você tiver qualquer outra dúvida sobre o assunto, deixe um comentário que a nossa equipe fará o possível para te responder. 

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *