O que é DAS MEI

O que é DAS MEI?

Você sabe o que é DAS MEI? É a sigla para Documento de Arrecadação Simplificada do Microempreendedor Individual.

Esse é o instrumento utilizado para o pagamento mensal das obrigações tributárias de um Microempreendedor.

Ele é emitido em forma de boleto pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) e deve ser pago sempre até o dia 20 de cada mês.

Em resumo é isso. Mas se você quer saber mais sobre essa documentação essencial para quem é microempreendedor continua comigo que vou te mostrar:

  • Quais são os impostos pagos pelo MEI;
  • Como você faz para pagar o DAS MEI;
  • Por que você precisa pagar o DAS MEI;
  • Entre outras dúvidas comuns sobre esse assunto. 

Vamos lá?

Quais são os impostos pagos pelo MEI?

Quais são os impostos pagos pelo MEI?

Fonte: MEI FÁCIL

Assim como um empreendedor, o microempreendedor também tem impostos a pagar. No entanto, é em menor quantidade e resumidos em um único documento: o DAS MEI. 

É nele que você paga o Imposto Sobre Serviços (ISS), Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e 5% do salário mínimo, para fins de contribuição com o INSS.

Todavia, o ISS (no valor de R$ 5,00) e o ICMS (R$ 1,00) são cobrados apenas das empresas do MEI que são prestadores de serviços e também são estabelecimentos comerciais.

Quanto custa o DAS MEI?

Os valores do DAS MEI são atualizados anualmente, seguindo o aumento do salário mínimo, e variam de acordo com o setor econômico da empresa. 

Atualmente, o DAS MEI custa:

  • Comércio ou Indústria: R$ 52,25, ou R$ 53,25
  • Prestação de Serviços: R$ 57,25
  • Comércio e Serviços juntos: R$ 58,25

E se não pagar o DAS-MEI?

A primeira consequência de não pagar o DAS-MEI é que você terá o seu CNPJ cancelado. 

Ou seja, você não vai poder emitir nota fiscal e nem atuar legalmente como microempreendedor individual. 

MEI inativo deve pagar o DAS?

Se você não está exercendo nenhuma atividade, para deixar de pagar o DAS MEI, você precisa encerrar o seu registro. Caso contrário, mesmo sem nenhuma movimentação você vai continuar pagando. 

Sendo assim, a melhor forma de finalizar o seu vínculo é encerrando o seu MEI. Para isso você deve quitar os DAS em aberto e solicitar a baixa do seu registro como MEI.

Além disso, essa solicitação é gratuita e deve ser realizada no próprio Portal do Empreendedor.

Como emitir o DAS MEI?

Para emitir o boleto do DAS MEI você precisa acessar o Portal do Empreendedor ou utilizar o aplicativo do MEI.

No aplicativo a opção para emitir boleto é clara e intuitiva. Veja só:

Como emitir o DAS MEI?

Já no Portal do Empreendedor você precisa seguir o seguinte passo a passo:

  1. Selecione a opção Serviços;
  2. Acesse o Card: Pague sua contribuição mensal;
  3. Selecione a opção Boleto de pagamento;
  4. Informe o CNPJ e digite os caracteres que aparecem na imagem;
  5. Selecione a opção Emitir guia de pagamento (DAS);
  6. Escolha o ano-calendário para o qual deseja emitir a guia;
  7. Selecione o mês ou os meses para os quais deseja emitir as guias;
  8. Escolha opção: EMITIR DAS, essa opção gera um documento em formato PDF para pagamento em rede bancária credenciada ou lotéricas.

Ou simplesmente acesse: http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/Aplicacoes/ATSPO/pgmei.app/Identificacao

Como faço para pagar o DAS?

Existem três formas para você pagar o DAS MEI:

  • Débito automático; 
  • Pagamento online;
  • Boleto para pagamento em banco, lotéricas ou caixas eletrônicos.

Para fazer a inclusão de Débito Automático do MEI, assista esse vídeo:

Já para fazer o pagamento online da contribuição do MEI, veja esse:

E se atrasar o pagamento do DAS MEI?

Caso você deixe de pagar o DAS, você tem a opção de parcelar os débitos em atraso.  A solicitação pode ser feita a qualquer momento e você pode dividir em até 60 vezes, com parcela mínima de R$ 50,00.

Além disso, a única exigência é que você deva fazer primeiro a Declaração Anual de Faturamento, antes de pedir o parcelamento.

E se paguei a mais, posso receber de volta?

Se por acaso você pagou o boleto duas vezes ou se pagou o boleto enquanto recebeu salário-maternidade, auxílio-doença ou auxílio-reclusão, você pode pedir o reembolso do que pagou a mais.

A restituição da contribuição previdenciária (INSS) é solicitada por meio do aplicativo Pedido Eletrônico de Restituição. Já o valor do ICMS e do ISS deverá ser pedido no seu estado e município.

A boa notícia é que depois de pedir a restituição, você não precisa ir à Receita Federal.

Por que preciso pagar o DAS MEI?

Como te disse anteriormente, se você não pagar o DAS MEI você fica inadimplente e não pode atuar como microempreendedor. 

Além disso, é com o pagamento desse documento que você contribui para Previdência Social e pode receber o salário-maternidade, auxílio-doença, auxílio-Reclusão e pensão por Morte.

Aplicativo MEI: o que é  e como funciona?

Você sabia que existe um aplicativo para o MEI? Ele é uma excelente ferramenta para você manter o seu CNPJ regularizado. 

Pois permite que você consulte e emite o boleto do DAS, além de acessar o seu cadastro rapidamente, consultar seus débitos em aberto, acessar informações gerais sobre o regime tributário e testar seus conhecimentos como microempreendedor individual.

O Aplicativo MEI está disponível para Android e iOS.

Conclusão

Nesse artigo eu te expliquei exatamente o que é o DAS MEI. Além disso, te mostrei quanto custa, como emitir, como pagar e quais são os impostos incluídos nesse documento.

Para finalizar te dei uma super dica que é baixar o Aplicativo do MEI. Com ele você consegue regularizar o seu CNPJ rapidamente. 

Se você tiver qualquer outra dúvida que não foi abordada neste artigo, deixe um comentário que vamos fazer o possível para te responder. 

Noite mal dormida? 6 fatos sobre suas horas de sono

Noite mal dormida? 6 fatos sobre suas horas de sono

Você teve uma noite mal dormida durante essa semana? Fique tranquilo que o que vou te mostrar aqui vai te ajudar a atender quantas horas de sono você realmente precisa. 

Provavelmente, você já ouviu falar que todo mundo deve dormir oito horas de sono por dia. Ou já escutou aquela pessoa que diz que dorme 4 horas por noite e isso não afeta em nada na sua vida. 

E eu não posso dizer para você quem está certo ou errado nesse debate. 

Mas eu posso te mostrar dados comprovados sobre quantas horas de sono você precisa para não ter uma noite mal dormida.

E de fato a National Sleep Foundation faz algumas recomendações sobre a quantidade de sono ideal, mas ela é dividida por faixas etárias. 

Vou te mostrar tudo isso detalhadamente nas próximas linhas, mas antes é importante você entender que há vários estudos que acompanham um grande número de pessoas para saber quantas horas de sono eles realmente precisam. 

Por isso, a palavra certa a ser utilizada aqui é “média”. Algumas pessoas precisam em média de 8 horas outras de 7 horas de sono para permanecer em um excelente estado de saúde. 

Isso também se aplica nas suas noites de sono. Não é porque você teve UMA noite mal dormida que você isso vai comprometer drasticamente a sua qualidade de vida, mas se aplica à quantidade média de sono que você recebe. 

Entendeu?

Bom, diante disso tudo… 

1) Quantas horas de sono é o recomendado para uma boa saúde?

A National Sleep Foundation, junto com um painel multidisciplinar de especialistas, recomenda intervalos de sono adequados de acordo com as seguintes faixas etárias:

 

Recém-nascidos (0 a 3 meses)De 14 a 17 horas por dia 
Bebês (4-11 meses) De 12 a 15 horas por dia
Crianças (1 a 2 anos)De 11 a 14 horas por dia
Pré-escolares (3-5)De 10 a 13 horas por dia
Crianças em idade escolar (6-13)De 9 a 11 horas por dia
Adolescentes (14-17)De 8 a 10 horas por dia
Adultos mais jovens (18 a 25 anos)De 7 a 9 horas por dia
Adultos (26-64)De 7 a 9 horas por dia
Adultos mais velhos (65 anos ou mais)De 7 a 8 horas por dia

 

Além disso, outros fatores também podem afetar a quantidade de horas que você precisa para não ter uma noite mal dormida. Por exemplo: 

  • Alterações no corpo durante o início da gravidez;
  • Situações que privam o sono;
  • A qualidade do sono;
  • Entre outros. 

Bom, esse é o mundo ideal das pesquisas e sabemos que não é bem assim que funciona. 

Nem sempre a gente consegue dormir exatamente as horas indicadas no quadro, mas a gente pode tentar chegar o mais próximo possível.

Por isso, vou te mostrar agora…

2) O que fazer para encontrar a quantidade de sono ideal para você?

O primeiro ponto importante é que você deve analisar suas próprias necessidades individuais. 

Responda para si mesmo:

  • Você é produtivo, saudável e feliz com a quantidade de horas que você dorme atualmente? 
  • Demora muito tempo para se sentir produtivo durante o seu dia?
  • Você tem problemas de saúde
  • Tem algum caso de doença crônica na sua família?
  • Você depende da cafeína para passar o dia?
  • Você sente sono ao dirigir?

Se você responder sim para a maioria dessas perguntas, você precisa rever as suas noites mal dormidas. 

E para isso vou te ensinar a calcular quantas horas de fato você deve dormir.

Como calcular as horas de sono que preciso dormir:

Para calcular a quantidade de horas ideal que você precisa dormir, anote durante 21 dias:

  • A hora que você acorda;
  • Quantos ciclos de 90 minutos você teve a noite;
  • A hora que você foi para a cama + 15 minutos (o tempo de adormecer).

Por exemplo, se você vai dormir às 19 horas e acorda às 4h15 no primeiro dia, você terá 6 ciclos de sono por noite. 

E segundo a  National Sleep Foundation, os ciclos do sono são divididos em:

  • NREM: são três estágios (movimentos não rápidos dos olhos);
  • REM: último estágio (movimentos rápidos dos olhos).

Em média, cada ciclo do sono tem cerca de 90 minutos. Então, se você completar pelo menos 5 ciclos por noite, provavelmente, você vai ter passado por todas os estágios do sono.

Ao final dos 21 dias, você saberá como está a qualidade do seu sono. E para você entender o por quê isso é importante vou te explicar…

3) Por que preciso me preocupar com noites mal dormidas?

Por que preciso me preocupar com noites mal dormidas

Uma pesquisa realizada pelos Cientistas da Faculdade de Medicina de Harvard apontou que uma noite mal dormida aumentou, em média, 30% do nível de ansiedade dos voluntários. 

Além disso, notou-se também que o córtex pré-frontal medial (na testa) estava menos ativo que o normal. E é ele que ameniza as reações à emoções que nos fazem mal.

O estudo mostrou também que após uma noite de descanso completo, as atividades cerebrais dos voluntários voltou ao normal. 

No entanto, os cientistas alertam que noites mal dormidas frequentemente podem contribuir para sintomas mais duradouros. 

Como por exemplo:

  • Piorar os sintomas de doença inflamatória intestinal;
  • Irritabilidade e alterações de humor;
  • Dores de cabeça e enxaquecas;
  • Dificuldade em aprender;
  • Redução do desejo sexual;
  • Problemas de visão como: visão dupla, perda de visão periférica, visão obscura;
  • Ganho de peso;
  • Baixo rendimento imunológico.

Sendo assim, para evitar essas complicações na sua saúde, você sabe…

4) Quais sinais indicam que você está tendo uma noite mal dormida?

Mesmo com toda a informação que já te passei, provavelmente você ainda está se perguntando quais sinais indicam que você está tendo uma noite mal dormida. 

Por isso, separei para você alguns sintomas que você precisa identificar. Veja só:

  • Precisa de mais de um despertador para acordar;
  • Tem dificuldade de sair da cama pela manhã;
  • Sente-se mais lento durante à tarde;
  • Fica sonolento em reuniões, palestras ou salas quentes;
  • Fica com sono após refeições pesadas ou ao dirigir;
  • Adormece enquanto assiste televisão.

Há outros sintomas, mas se você apresentar a maioria desses seria interessante você identificar…

5) O que provoca uma noite mal dormida?

Existem algumas situações que provocam uma noite mal dormida se forem realizadas frequentemente, como por exemplo:

  • Dormir muito tarde;
  • Beber muito café durante o dia; 
  • Comer alimentos estimulantes antes de dormir;
  • Assistir muita televisão antes de dormir;
  • Usar o celular na cama, quando está prestes a dormir.

Esses hábitos podem prejudicar a qualidade do seu sono, por isso veja agora…

6) O que fazer para melhorar a qualidade do sono?

O que fazer para melhorar a qualidade do sono?

Por fim, vou te mostrar algumas dicas para você melhorar a qualidade do seu sono. 

  • Ir para a cama somente na hora de dormir (e não ficar mexendo no celular na cama);
  • Programar o mesmo horário para ir dormir todos os dias;
  • Se possível, ter um ambiente escuro, limpo, sem ruídos e confortável para dormir;
  • Não beber café, bebidas alcoólicas e refrigerantes antes de dormir;
  • Esquece o botão “soneca” do despertador do celular;
  • Faça exercícios físicos durante o dia;
  • Tente não tirar longos cochilos durante o dia;
  • Tome um banho quente antes de dormir;
  • Leia um livro ou escute uma música antes de deitar na cama. 

Conclusão

No artigo de hoje, te mostrei uma visão ampla sobre o que significa ter uma noite mal dormida e o que você precisa fazer para melhorar a qualidade do seu sono. 

Te mostrei, com base em dados, por que você precisa se preocupar com suas horas de sono, o que provoca e quais são os sinais de uma noite mal dormida. 

Agora é com você. 

Me conta nos comentários se esse artigo te ajudou e o que você pretende fazer a partir de hoje para melhorar as suas noites de sono. 

Quais as vantagens de ser MEI Descubra 10 benefícios

Quais as vantagens de ser MEI? Descubra 10 benefícios

Você sabe quais as vantagens de ser MEI? Antes de você decidir se quer ser inserido nesse regime é importante você entender quais são os benefícios.

E mesmo que você já faça parte dos microempreendedores regularizados, mas ainda não saiba quais são os seus direitos, continua comigo que nas próximas linhas vou te explicar tudo o que você precisa saber. 

Mas antes…

O que é MEI?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma pessoa que trabalha por conta própria e que se formalizou. 

Ele faz parte de um regime empresarial próprio incluso no Simples Nacional. 

Vou te explicar.

O Simples Nacional é um regime tributário facilitado e simplificado para micro e pequenas empresas. Ou seja, com menor arrecadação tributária. 

Ele foi criado com o objetivo de facilitar a regularização de trabalhadores autônomos e empreendedores individuais. 

Aqui no blogo nos temos um artigo que vai te ajudar a entender exatamente o que é MEI e como funciona. Depois confere lá!

10 vantagens de ser MEI

Agora que você já entendeu o que é MEI, você precisa saber quais são os benefícios de fazer parte desse regime. 

Vamos lá?

1) MEI paga poucos impostos

Vantagem de ser MEI paga poucos impostos

Uma das vantagens de ser MEI é que você efetua o pagamento de tributos em uma única guia mensal. 

Esse Documento de Arrecadação Simplificada do Microempreendedor Individual (DAS MEI) é obrigatório e deve ser pago em uma única guia com valor fixo mensal. 

Geralmente, ele deve ser quitado até o dia 20 de cada mês. No entanto, se essa data cair em um final de semana ou feriado a data de pagamento é transferida para o próximo dia útil. 

A guia do DAS é composta por até três tributos: o INSS (R$46,85), o ISS (R$ 5) e/ou o ICMS (R$ 1). 

Entretanto, o valor do boleto varia conforme cada atividade.

  • Serviço: R$57,25
  • Comércio e Serviço: R$58,25
  • Indústria e Comércio: R$53,25

Algo bom dessa taxa, é que ela é fixa. Isto é, você paga o mesmo valor no seu imposto todos os meses. 

Esse valor só é alterado apenas uma vez ao ano quando o salário-mínimo é reajustado.

Mas por que isso é uma vantagem?

Primeiro porque, normalmente, o grande empresário já paga impostos todo mês e no caso do microempreendedor esses impostos ficam bem mais baixos. 

Pois ele é isento de pagar o PIS, Cofins, IPI e CSLL. 

E segundo porque é através do pagamento do DAS MEI que você garante a aposentadoria. 

2) MEI tem direito a aposentadoria e garantias trabalhistas

Diferente do trabalhador informal, o MEI tem direito a aposentadoria, licença maternidade e por doença, assim como os padrões da CLT. 

A aposentadoria por idade por ser requerida após o tempo mínimo de contribuição de 180 meses, contados do primeiro pagamento do DAS MEI. 

  • As mulheres podem se aposentar aos 60 anos; 
  • Os homens aos 65 anos.

Além disso, segundo o Portal do Empreendedor, mesmo que o microempreendedor pare de contribuir por um tempo, as contribuições para aposentadoria nunca se perdem, ou seja, sempre serão consideradas para a aposentadoria.

Para ter acesso ao auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez o MEI deve ter contribuído, no mínimo, por 12 meses. 

No entanto, se houver um acidente ou o empresário sofrer alma doença que consta na lei (como o câncer), esse período de um ano é desconsiderado. 

Já para ter acesso à licença maternidade, a microempreendedora deve ter contribuído, no mínimo, por 10 meses. 

Além disso, o MEI tem direto ao auxílio-reclusão. Um benefício previdenciário aos dependentes do segurado de baixa renda. 

Ou seja, um pagamento para a família ou dependente legal do microempreendedor que cometeu alguma infração e foi preso.

Para ter acesso a esse benefício o MEI deve ter contribuído por 24 meses. 

3) MEI tem direito a pensão por morte

Outra vantagem de ser MEI é o direito de um benefício para os familiares em caso de morte do microempreendedor. 

Esse auxílio é válido somente a partir da data de falecimento e tem uma vigência de 4 meses a 20 anos, de acordo com o tempo de contribuição e idade do profissional.

4) MEI pode contratar um funcionário para o negócio

Isso mesmo. O MEI pode ter 1 funcionário contrato. As exigências são que esse colaborador receba um salário mínimo ou o piso salarial e as obrigações trabalhistas como INSS e FGTS.

5) MEI pode ter assessoria contábil gratuita por um ano

Vantagem de MEI pode ter assessoria contábil gratuita por um ano

Em parceria com a Federação Nacional dos Contadores (FENACON), o MEI tem direito a um ano de assessoria contábil gratuita. Basta apresentar a primeira Declaração Anual do Simples Nacional. O DASN – SIMEI é um relatório das receitas mensais obtidas durante um ano. 

6) MEI tem linhas de crédito específicas para o regime

Assim como as grandes empresas, o MEI têm acesso às linhas de créditos específicas em bancos para investir no seu negócio. 

Isso porque o MEI é uma empresa cadastrada juridicamente, com CNPJ e todos os dispositivos legais.

7) MEI pode emitir Nota Fiscal

A possibilidade de emitir uma nota fiscal (NFe) é umas das vantagens de ser MEI. Isso porque dá a segurança que o microempreendedor precisa para realizar transações com outras empresas e órgãos públicos. 

Para emitir a nota fiscal, você deve buscar autorização no SEFAZ do seu estado, possuir uma certificação digital e utilizar um sistema emissor de NFe. 

8) MEI pode cancelar o registro facilmente

Imagine comigo que sua empresa cresceu e você começa a faturar mais de R$ 81 mil por ano (teto limite para ser MEI). O que você deve fazer?

Simples: basta cancelar a sua inscrição na categoria através do Portal do Empreendedor, fazer a baixa do registro e preencher a Declaração Anual de Extinção.

Com o crescimento da sua empresa você passa a ser uma microempresa ou empresa de pequeno porte. 

9) MEI tem apoio técnico do SEBRAE

O Sebrae possui cursos e orientações gratuitas para microempreendedores aprenderem a negociar e obter preços e condições melhores de compra de mercadorias. Além de ajudar também a melhorar o prazo junto aos atacadistas e ampliar a margem de lucro. 

10) MEI pode ter Plano de Saúde Empresarial

Outra vantagem de ser MEI é que você pode contratar um Plano de Saúde Empresarial. Ele é mais em conta do que um plano de saúde individual e você ainda pode incluir dependentes. 

Segundo a Agência Nacional de Saúde (ANS), o plano de saúde empresarial para o MEI deve ser cerca de 35% a menos do que ele pagaria em plano individual.

Conclusão

Neste artigo de mostrei 10 vantagens de ser MEI, o que inclui a aposentadoria, linhas créditos especificas, pagar poucos impostos e facilidade para contratar um plano de saúde. 

Caso você tenha qualquer outra dúvida que não foi abordado aqui, deixe um comentário. A nossa equipe fará o possível para te responder.  

 

vantagens-kpi

KPIs: saiba as principais vantagens

Vimos que os KPIs, ou indicadores de desempenho, auxiliam na gestão empresarial. 

 

Através deles é possível obter informações valiosas, medir e avaliar o desempenho de processos internos e gerenciar de forma mais eficaz possível.

 

Com isso, capacitam as conquistas de metas e objetivos previamente definidos pela empresa. Assim como analisar as tarefas que foram usadas para realizá-las.

 

Com certeza apresentam muitas vantagens, pois ao invés da equipe seguir sem rumo, ela pode se basear em informações e números concretos.

Otimização de seu negócio

Com o planejamento correto, é possível definir objetivos, traçar metas e implementar um plano de ação.

 

Com esse caminho traçado, através dos KPIs é possível aprimorar a empresa como um todo. 

 

É possível analisar os pontos fracos em seus projetos e compará-los com a meta inicial e ver se tudo está indo no caminho certo.

 

Veja por exemplo como os KPIs auxiliam no gerenciamento de projetos.

Principais vantagens dos indicadores de performance

vantagens-kpi

Identificar as fraquezas

Você pode analisar os pontos fracos de seus projetos, comparar com a meta inicial e ver se tudo está indo para o caminho certo.

Auxiliar na tomada de decisão

 

Para tomar decisões, é preciso ponderar diferentes coisas, para isso você se faz perguntas.

 

Mesma coisa com os KPIs. Para tomar as decisões certas, você também estará fazendo as perguntas certas.

 

Ambas trabalharão em conjunto para buscar soluções efetivas e mudar a empresa para melhor. 

 

Uma coisa não deu certo? Qual é a alternativa para isso? Como consertar o que está atrapalhando meus planos?

Controle de qualidade

Com o monitoramento e avaliação de estratégias e procedimentos, o padrão de qualidade aumentará e medidas assertivas serão implementadas.

 

O processo de ouro resultando em sucesso consiste em: comparação, autoavaliação e correção.

Redução de custos operacionais

O uso de key performance indicators oferece uma visão geral sobre a estrutura empresarial e quais pontos devem ser melhorados. 

 

Dessa forma é mais fácil fazer as devidas correções com precisão, evitando desperdícios de tempo e recursos.

Aumento de produtividade

Os indicadores chave de desempenho auxiliam a visualizar e analisar a atividade dentro da empresa, identificando logo o que está certo ou errado.

 

Assim buscando implementar dinâmicas que incentivem tanto de forma individual, como de forma coletiva e melhorem a forma com que as pessoas vão trabalhar.

Otimização de recursos

Sejam da área financeira, de recursos humanos ou de infra-estrutura, fica mais fácil de acompanhá-los com o uso de KPIs.

 

Isso porque eles fornecem informações precisas para comprovar se cada área está tendo resultados de acordo com as expectativas.

Como os resultados ficarão mais corretos e sustentáveis, isso pode melhorar por exemplo, os índices de ROI, o que garante uma aplicação inteligente dos recursos financeiros.

Resultados quantificáveis

Medindo os resultados de forma mensurável, permite que as estratégias sejam feitas e moldadas de acordo com o progresso dos projetos.

 

Satisfação dos clientes

Buscando excelência no funcionamento da empresa, os KPIs possibilitam que resultados melhores sejam entregues, e assim agradando o público.

 

O Key Performance Indicator aponta o que deve ser mudado, como deve ser mudado, e por que. Mostra soluções, controla a qualidade e a agrega valor aos clientes.

 

Sem falar na questão de gestão de relacionamentos, já que os indicadores são capazes de ajudar a empresa a tomar decisões significativas.

 

Eles possibilitam os melhores resultados, garantindo a satisfação do cliente  e o funcionamento de alta qualidade da empresa.

seguro-de-vida-vantagens

Vantagens seguro de vida: confira as principais

seguro-de-vida-vantagens

É de senso comum as pessoas acharem que o seguro de vida serve como garantia apenas para a morte, mas não é bem assim.

Esse serviço pode colaborar também em vida, seja para você individualmente, ou para seus dependentes, se houver.

Como visto no conteúdo anterior, há vários tipo de seguro e cada um com os melhores benefícios de acordo com seu estilo de vida.

Falando em vantagens em vida, uma delas é ter o conhecimento de planejamento financeiro, já que você não vai estar pensando só no agora, mas assim como no futuro.

Logo, não há motivo para questionar se ainda é necessário contratar um seguro de vida. 

Abaixo estão as principais vantagens do seguro de vida para não adiar essa importante decisão.

 

Proteção financeira

Como dito acima, a proteção de seus bens maiores podem ser resguardados para você ou então passados adiante para quem você ama. Especialmente nesse caso.

Imagine algo grave como uma doença ou acidente te deixe em caso de invalidez permanente ou imparcial, impossibilitado de trabalhar?

Ou em casos mais graves, você morra e sua família tem que arcar com todos os custos durante a vida, sem auxílio algum, e ainda ter que tomar conta dos custos funerários?

Com o seguro de vida, essas preocupações são deixadas de lado para que você viva com seu capital segurado, e então, menos preocupações.

Cobertura de doenças graves

Se uma condição ou doença pré-existente, tais como diabetes, pressão alta, câncer, entre outras, estiverem na condição do contrato, muitas apólices da seguradora garante o pagamento de procedimentos e medicações específicas para cada caso.

Algo muito vantajoso, já que uma medicação pode ter altos custos se bancada isoladamente e sendo muito difícil de ser encontrada no SUS. 

Logo, um seguro de vida é algo importante a se cogitar.

Despesas Funerárias

No caso de morte, as pessoas próximas têm direito a um Seguro Auxílio Funeral, o SAF. Esse refere-se aos gastos ligados diretamente a assistência funeral, como o custeamento do caixão, sepultura ou até mesmo cremação.

Todos os custos são então reembolsados para os beneficiários pela seguradora.

 

Possibilidade de resgate

Na modalidade de Seguro de Vida Resgatável, o segurado tem a opção de após 24 meses de pagamento, ser reembolsado do valor pago nesse período.

Essa modalidade funciona como uma reserva financeira, que pode ser resgatada mesmo sem acontecimento de um sinistro.

E ainda não há aumento de mensalidade conforme a idade vai progredindo.

 

Imposto de Renda em fonte

Nas modalidades como Renda por Invalidez e Pensão por morte, a pensão é mensal para o contratante ou para os beneficiários.

Sem contar ainda, que o imposto de renda é dedutível em 12%.

 

Inclusão e retirada de beneficiários

No seguro de vida, você tem liberdade de incluir e até excluir quem desejar de seu plano. Várias pessoa podem entrar, como cônjuges, filhos, netos, e até mesmo pessoas sem vínculo familiar direto, como primos, sobrinhos.

Podem também usufruir essas regalias indivíduos sem vínculo biológico, como “família de consideração” e amigos.

Tranquilidade para o segurado

Além dos benefícios citados acima, um dos mais importantes é saber que o segurado está investindo seu patrimônio de forma positiva e útil.

Ele poderá estar protegido de imprevistos do dia a dia e assegurado dos seus direitos. Tudo isso contribuindo para o custo- benefício final.

 

Agora tendo em vista algumas das vantagens do seguro de vida, não hesite em contratar o melhor serviço para assegurar sua vida e de quem você mais ama.